Conciliação bancária: saiba o que é e quais suas vantagens

Introdução

Os maiores momentos de provação para uma empresa, são momentos de instabilidade econômica em que aquela empresa precisa se provar sustentável com os seus recursos financeiros. Segundo dados do Serasa, 24,4% das pequenas empresas são fechadas em seus primeiros dois anos, enquanto 50% fecham em seus primeiros quatro anos. Mas você sabe como evitar que isso aconteça com a sua empresa?

O ideal é que haja um controle financeiro eficaz, e uma das coisas que podem ser feitas para melhorar a gestão dos recursos financeiros, é fazer a conciliação bancária. Nós viemos explicar um pouco mais sobre o que é e quais são as vantagens de realizar o procedimento. Vem com a gente!

O que é?

A conciliação bancária é uma comparação entre o controle interno da empresa e o extrato bancário. Ela é feito para analisar se o setor financeiro tem claro quais são as movimentações financeiras realizadas na empresa, levando em consideração se o planejamento financeiro está sendo atendido ou não. 

Para uma empresa pequena talvez não fique tão claro qual é a necessidade de tal procedimento, mas se faz pagamentos a fornecedores e aceita diferentes meios de pagamentos dos clientes, já é recomendado que seja feito isso, pois você pode achar que tem o controle de tudo, mas ao olhar o que foi gerado no final do mês, você pode ter um susto.

Diferença entre conciliação bancária e fluxo de caixa

Muitos confundem uma coisa com a outra, então vamos trazer a diferença entre ambos os processos para ficar mais claro. 

O fluxo de caixa é um registro de tudo que a empresa recebe e paga, fazendo com que seja possível saber se o negócio está gerando lucro ou prejuízo. O ideal é que esse registro seja feito diariamente, para que pequenos valores não se percam no caminho. 

Já a conciliação bancária, é uma comparação entre os lançamentos do fluxo de caixa e a conta bancária da empresa, para analisar se tudo que você identificou ao longo do mês realmente consta no extrato. Isso é muito importante para ter uma visão geral e saber de quais contas estão saindo os pagamentos do seu negócio. 

Vantagens

Além de permitir que a gestão financeira do seu negócio seja mais efetiva e transparente, a conciliação bancária permite que existam algumas outras vantagens:

  • Identificar fraudes: esse problema é mais comum do que se pensa. Evitar possíveis fraudes internas na organização é fundamental, e por isso, com a conciliação bancária é possível descobrir se todos os valores de depósito realmente estão caindo na sua conta ou se os cheques estão sendo compensados, por exemplo.
  • Ter controle efetivo das movimentações financeiras: é normal que com muitas movimentações no dia a dia, você se esqueça que realizou alguma e acabe se surpreendendo depois. Entretanto, isso é algo que não pode acontecer em um negócio. 
  • Melhorar o planejamento financeiro: se você tem claro o que entra e sai da sua empresa, você consegue saber a média de entradas e saídas mês a mês e isso pode facilitar para você criar seu planejamento financeiro. Ele é fundamental para ter um controle da receita gerada pela empresa e fazer ela ser sustentável. 
  • Melhorar previsão do fluxo de caixa: enquanto o planejamento faz você pensar em quanto você precisa que seja gerado de receita, o fluxo de caixa estará diretamente ligado à uma previsão realista do que entrará de fato. 
  • Saldo bancário confiável: tendo uma noção realista do que está disponível na conta bancária, você consegue alocar melhor seus recursos financeiros e saber onde pode investir ou não. 

Como fazer?

  1. Lançando as movimentações financeiras todos os dias em uma planilha ou sistema de conciliação: sabe aqueles 100 reais que você gastou hoje e achou que não iria esquecer, porque é um valor muito pequeno para afetar o seu negócio? Eles também podem te prejudicar se você não lançar no sistema. Um exemplo é que se você gastar 100 reais todos os dias, no final do mês será uma despesa de 3 mil reais. Dessa forma, você levaria um susto e ficaria sem entender para onde foi todo esse dinheiro.
  2. Verificando o saldo no extrato bancário: ao finalizar os lançamentos da conciliação bancária, verifique se o saldo inicial e o saldo final do mês estão batendo com a sua conta.
  3. Conferindo detalhes dos lançamentos: além de fazer os lançamentos, é importante que você olhe se está tudo correto, com datas e horários de acordo com os comprovantes.
  4. Identificou diferenças nos lançamentos? Corrija! Por menor que pareça o erro, você pode prejudicar o seu negócio por um detalhe bobo.
  5. Enviar análise ao contador, caso seja necessário: para garantir a legalidade de sua empresa, existem alguns impostos que devem ser pagos, além de declaração de imposto de renda, entre outras coisas. Se você não entende sobre o assunto e não sabe como fazer o lançamento desses valores, converse com seu contador e trabalhe em sinergia com ele.

Conclusão:

Sabia que você não precisa mais fazer a conciliação financeira manualmente? Com a Bank 3, as transações já nascem conciliadas em nossa plataforma. Lá você encontra todas as informações de pagamento, incluindo o nome do colaborador e os dados da reserva, o que facilita para o responsável final, pois não existe todo esse trabalho manual de se utilizar planilhas para fazer os lançamentos. Legal, né? Estamos aqui para facilitar a vida do CFO e ajudar a otimizar os processos da sua empresa!

 

Deixe um comentário

Voltar para o topo