Gastos corporativos: qual a diferença entre custo e despesa?

gastos corporativos: diferença entre custo e despesa

Entre vários conceitos importantes para o contas a pagar de uma empresa, os custos e despesas certamente estão na lista de prioridades. Porém, ainda que sejam muito parecidos, são bem diferentes entre si. Saber diferenciá-los é algo fundamental.

Sabendo que facilmente são confundidos, este conteúdo tem o intuito de esclarecer o que vai fazer parte da rotina de todos que pretendem ser bons empreendedores ou investidores.

Dizemos isso porque as concepções de custos e despesas ajudam consideravelmente na saúde financeira de qualquer empresa, independente do segmento de atuação.

Sendo assim, continue acompanhando para entender melhor e fazer parte do time dos que sabem diferenciar custos e despesas!

Entenda o que são custos e o que são despesas!

Para ir direto ao ponto, podemos dizer que tanto os custos quanto as despesas estão ligados à saída de caixa das empresas, ou seja, ambos têm relação com os gastos realizados para que as mesmas mantenham as suas respectivas operações.

Porém, os custos são gastos alusivos aos bens ou serviços utilizados na produção de bens ou de  serviços, enquanto as despesas estão na lista de gastos relacionados à manutenção do negócio.

Sendo assim, de maneira geral, os custos têm a ver com o produto/serviços (como a matéria-prima, por exemplo) e as despesas com a empresa, com as responsabilidades administrativas

Para ir mais além e realmente entender o conceito de despesas e custos, é preciso começar reconhecendo sua importância na gestão de negócios.

Qual a importância dos custos e despesas?

Sabendo que os custos são ligados diretamente à produção ou à atividade-fim de uma organização (como compra de matéria-prima, contas de energia e pagamento de salários) e as despesas servem para a manutenção do negócio, é possível perceber que são fundamentais para qualquer companhia.

De forma resumida, podemos dizer que os custos e despesas, por sua vez, têm importância porque é o que mantém a qualidade do que a empresa oferece e também a qualidade de vida dos funcionários que estão em seu time.

É importante lembrar que tanto o conceito de custos quanto de despesas tem suas  subdivisões que são responsáveis para chegar a melhor classificação no dia a dia.

Conheça essas subdivisões!

Classificações de custos e despesas 

É bem possível que você já tenha ouvido falar em fixos ou variáveis de empresas, mas ainda não sabe como ou onde encaixar esses termos. Vamos esclarecer este assunto agora:

  • Os custos ou despesas fixas são aqueles gastos que não variam de acordo com o volume de produção e de vendas;
  • Os custos ou despesas variáveis são gastos que variam de acordo com o volume de produção e de vendas.

Para exemplificar na prática o que são custos variáveis e o que são os gastos temporários, podemos citar o fato de muitas lojas varejistas optarem pela contratação de colaboradores por períodos curtos para atender uma demanda maior (como no final do ano).

Essa ação faz com que a empresa tenha que desembolsar mais caixa para conseguir fazer frente ao aumento do volume das vendas de suas mercadorias.

Como fazer uma análise dos custos e despesas?

À medida que os gestores monitoram os processos internos de sua empresa, é importante que façam análises visando encontrar as melhores oportunidades de aprimorar a eficiência dos custos e despesas.

Vale reforçar que essa análise deve ter o objetivo de propor ações sem afetar seus lucros e acompanhar os resultados mostrados na DRE (Demonstração do Resultado do Exercício) de uma empresa.

O mais importante é criar mecanismos de controle financeiro. Dessa forma, os gestores podem medir a necessidade efetiva de corte dos gastos dispensáveis.

Ou seja, toda organização precisa avaliar processos constantemente. Assim, os colaboradores que cuidam dessas ações devem tentar atualizar a equipe geral em relação às novas ferramentas do mercado que proporcionam mais eficiência nessa questão – como a ferramenta que apresenta os principais indicadores de desempenho. 

Usando esse tipo de ferramenta, não só o gestor da equipe terá maior controle, mas toda a companhia pode ter uma noção mais clara das diferenças entre custos e despesas – o que torna possível ter um programa de otimização de recursos contínuo, o que tornará qualquer empresa bem mais competitiva dentro do próprio mercado de atuação.

Por que é importante saber de classificar os custos e despesas?

Notavelmente, existem vários exemplos de custos e despesas. Mas é preciso saber como administrá-los da forma mais correta possível para que a empresa alcance o que precisa e espera: lucro.

Para começar, é preciso elaborar um planejamento de orçamento fazendo projeções, como a de receitas e também dos custos de diversos setores da empresa. Dessa forma, será mais fácil dividir os valores de cada departamento e definir as prioridades, tendo a chance de fazer previsões com margem de lucro de todas as operações.

A companhia pode ter noção de como montar estratégias para conduzir as operações e assim atingir o melhor resultado com as condições que já existem.

Por outro lado, quando uma empresa não busca classificar os custos e despesas corretamente, ninguém e nenhuma ferramenta vai conseguir fazer alguma previsibilidade. Os responsáveis financeiros não vão ter acesso aos recursos necessários para fazer com que a empresa continue suas operações cada vez melhor.

Considerando essa questão, sem essa classificação pode ser mais difícil definir uma divisão orçamentária, que seja destinada da forma certa. Os valores para a confecção dos bens e serviços da empresa (sejam esses fixos ou variáveis) não vão ser identificados.

Sabendo que é possível fazer correções ao longo do tempo, fazer um planejamento adequado a partir de agora pode ajudar consideravelmente para o sucesso de projetos da sua empresa.

Se você ainda tiver dúvidas sobre os custos e despesas de uma empresa, nós podemos ajudar! Continue acompanhando nossos conteúdos ou entre em contato conosco.

Como a Portão 3 pode ajudar?

A Portão 3 é a melhor solução para Contas a Pagar de médias e grandes empresas. Converse agora mesmo com um dos nossos especialistas para você saber mais sobre os melhores produtos para uma experiência de gestão financeira mais prática, completa e flexível!

Leave a Reply

Your email address will not be published.