ERP: você sabe o que é e como funciona?

Você tem vontade de diminuir os custos e aumentar a produtividade da sua empresa? Sabemos que sim! Mas você sabe como? Essa é a parte mais complexa, e aí que o ERP entra.

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning, ou seja, uma plataforma de gestão que ajuda empresas a padronizar os seus processos, de forma a facilitar a vida dos gestores. A partir dos dados aprofundados, é possível fazer diversas análises e traçar os próximos passos para alavancar os processos da empresa.

O ERP interliga setores de empresas e facilita essa comunicação havendo um fluxo de informações maior. Isso é possível porque a plataforma reúne os dados de todas as áreas e os torna mais acessível para todos. Isso é uma grande vantagem para criar uma conexão maior entre setores.

Mas o que exatamente o ERP faz?

Em um primeiro momento, ele ajuda os gestores a identificarem as contas a serem pagas e recebidas, além de monitorar as vendas e pedidos de compra. A plataforma também fornece dados sobre o RH, mostrando informações sobre a produtividade dos funcionários, além de conseguir ajudar o marketing, fazendo um acompanhamento das vendas e gerando um senso de urgência no setor, caso as vendas caiam.

E como funciona o sistema?

O sistema ERP de uma empresa apresenta diversas sessões. Elas podem ser padronizadas ou personalizadas de acordo com a necessidade da empresa. essas sessões podem ser sobre faturamento, compras, estoque, RH, fiscal, produção, entre outros.

Existe também o plano básico, em que o sistema é contrato apenas para o essencial na sua empresa, como a área administrativa. Mas se você procura um plano completo, existem as plataformas de produtividade e colaboração, oferecendo toda uma solução baseada em BI (Business Intelligence).

E para quais mercados o ERP funciona?

Existem soluções em ERP para 12 principais mercados, que seriam: agroindústria, manufatura, varejo, educacional, construção e projetos, jurídico, saúde, hospitalidade, distribuição, logística, serviços e serviços financeiros. Entretanto, a personalização da ferramenta é totalmente possível, permitindo que outros mercados também a utilizem.

E para finalizar, as vantagens são muitas: a automação dos processos da empresa irá fazer com que se economize tempo gerindo processos, além da redução de custos e a segurança, gerando uma diminuição de erros no final do dia.

Tem interesse em saber mais? Existem diversas empresas que atuam nesse ramo e podem ajudar os seus negócios, como a TOTVS.

Se quiser mais dicas para a sua empresa no nosso blog, fique à vontade, clicando aqui!

Deixe um comentário

Voltar para o topo