O que é “just in time”? Quais os benefícios para sua empresa?

Home / Guias / O que é “just in time”? Quais os benefícios para sua empresa?
O que é “just in time”? Quais os benefícios para sua empresa?

Você conhece alguém que não gosta de ter seus desejos atendidos na hora? Eu não conheço. Sabe o significado de “just in time”? Quais são suas vantagens e desvantagens? Saiba como pôr em prática o sistema de produção que evita desperdícios, estoques desnecessários e custos extras. Não vai perder né?

Quando criamos um produto, precisamos ter como o foco o nosso consumidor. O sistema Toyota tem como resultado o aumento da satisfação do cliente por garantir que o produto chegue no tempo certo. Quer aprender sobre? Esse artigo foi feito para você, leia até o final e tire suas dúvidas!

O que é just in time?

O conceito “just in time” significa um sistema de produção com o objetivo de produzir a quantidade exata demandada pelos cliente, reduzindo o máximo os custos extras, como: armazenamento de matéria-prima, desperdícios e prejuízos.

Tais gastos são muito comum em indústrias fordistas que pelo excesso acabam perdendo parte da produção, o que inclui também os custos variáveis para o aumentar a quantidade ofertada. O modelo toyotista surgiu com o intuito de acabar com isso.

Quais são as vantagens?

Caso você atue em um setor que possui claro a sua demanda, a vantagem é agilizar o processo, reduzir os gastos com o estoque já citado e também o custo marginal de produção.

O fornecedor entrega em pequenas quantidades fazendo com que a fluxo de produção ocorra de maneira mais rápida, agilizando a entrega do produto final. Assim é economizado o estoque tanto para matéria prima quanto para os produtos.

Quais são as desvantagens?

A limitação do modelo toyota de produção está no controle da demanda. Para mercados que não possuem uma quantidade demandada constante, o “just in time” não é indicado.

Além disso, é adequado para empresas que possuem poucos fornecedores e constância de materiais de produção. É o caso da sua empresa? Corre e implementa o “just in time”.

Como implementar o Just in Time

Como implementá-lo na sua empresa?

Para a implementação é importante que você entenda o que caracteriza o just in time na prática, para isso te listo 9 fatores que correspondem ao modelo na empresa.

1. Máquinas sequenciadas de acordo com o processo

No just in time, você cria um fluxo na empresa, o que facilita o movimento dos materiais, otimizando o processo.

2. Equipamentos pequenos e baratos

Não é preciso ter equipamentos com capacidade de produção superior do que a necessária, só acarreta maiores gastos com a manutenção desses equipamentos. É necessário para o processo máquinas que fazem justamente o que você precisa. A ideia é redução de custos em tudo.

3. Fluxo de uma peça só

Trabalhar com uma peça por vez gera benefícios, pois o trabalho é mais específico e evita a criação de lotes intermediários no processo produtivo. Acabando com um dos desperdícios, e agregando valor.

4. Célula em “U”; sentido anti-horário

Alocar as máquinas de modo que o processo ocorra em forma de “U”. O benefício de se fazer isso é as extremidades ficarem próximas, além de melhorar a comunicação entre os colaboradores. Mas porquê anti-horário?

A maioria dos colaboradores são destros e isso facilita o SLA( passagem de bastão da produção.

5. Operadores multifuncionais

A adaptabilidade é requerida no “just in time”, caso algum operador não possa ir trabalhar, é importante ter alguém para substituí-lo. Levando em consideração que é tudo “na hora”.

6. Operações ergonomicamente corretas

Para qualquer produção, a chave são os colaboradores e a saúde deles deve ser sua prioridade. Ficar sentado, convenhamos, é bem mais confortável que em pé. Já nossa coluna, não diria o mesmo. Sendo assim, eleve as mesas e mantenha-os em pé. Mas claro, garantindo horários de descanso.

7. Produção do sentido de Tempo Takt

Takt significa ritmo. Nesse modelo produtivo não pode haver interrupção, mantenha o time engajado e se preferir construa a “tabela da hora” para manter o ritmo.

8. Operações Standard: definidas e implementadas

A padronização dos processos é o melhor meio de garantir a agilidade dele. Planeje, estipule ordem de seu fluxo produtivo e tenha tudo pronto dentro do tempo.

Para saber mais sobre tais características sugiro assistir o vídeo do consultor Júlio Briales, ele detalha para você na prática. Se sua empresa possuir elas, certamente conseguiu implementar o “just in time”

O que achou do modelo “na hora”? Faz sentido para sua empresa? Se sim, certifique-se de que terá um bom software de gestão de produção. Afinal, para qualquer modelo é importante controlar e mensurar as o fluxo de produção e claro as economias da empresa.

Leave a Reply

Your email address will not be published.