Qual o transporte ideal para uma viagem a trabalho?

Que existem diversos tipos de transporte disponíveis para viagens nós sabemos, mas você sabe qual o melhor para cada tipo de viagem? Nós trouxemos algumas considerações a serem feitas antes de você escolher qual é mais viável para a sua viagem corporativa. E o melhor de tudo: a Portão 3 conta com todas essas opções!

É importante, antes de definir qual será o meio de transporte, analisar qual será a distância, o tempo, o trajeto a ser feito e o principal, o orçamento. 

Confira abaixo os principais meios de transporte e para qual tipo de viagem eles são ideais:

Avião: 

O avião é o mais procurado por empresas para suas viagens corporativas, por ser o meio de transporte mais rápido e seguro. Entretanto, se não for comprado com antecedência, pode ser muito caro e estourar o orçamento final. 

A viagem de avião é ideal para longas distâncias ou viagens urgentes. O certo é você comprar a passagem com antecedência de cerca de 2 meses se for internacional e pelo menos 1 mês se for nacional, para ter as melhores cotações. Mas fique atento:  não se esqueça que podem acontecer atrasos, muitas escalas ou limite de bagagem nas viagens.

Ônibus:

Se o seu orçamento está reduzido, você irá realizar uma viagem de curta distância ou você está carregando grandes bagagens e encomendas, o ônibus é a melhor  para você. Geralmente quem viaja à noite também prefere essa opção, já que existem ônibus que contam com leitos, sendo mais confortáveis para dormir. Além de ser mais barato, ele também não tem alteração de preço, independente de você comprar a passagem um mês ou 1 dia antes. 

Carro:

Assim como o ônibus, ele é mais barato do que o avião. O carro facilita se o viajante precisar se locomover para muitos lugares diferentes na viagem. Também vem se tornando uma das principais escolhas para viajar, pois é mais prático para viagens em um raio menor e por você ficar sozinho dentro do carro, tem mais liberdade e privacidade. Porém, é importante saber se haverá pedágios no caminho e se você não tiver um controle de quanto o funcionário estará gastando com combustível, pode ser mais difícil de ser feito o reembolso.

O ideal é que o cálculo seja feito da seguinte forma: após escolher o carro, pesquise o consumo médio daquele modelo e o valor médio da gasolina. Se a gasolina custar 6 reais, por exemplo, e o consumo de combustível é 10km/L,  a conta fica 6/10=0,6. Isso significa que cada km rodado custa 0,60 centavos. Peça o funcionário para guardar todos os recibos para facilitar o reembolso.

Embarcação:

Apesar de ser uma opção que parece difícil de ser encontrada, há lugares em que faz muito mais sentido viajar através de uma embarcação, como por exemplo se você for de Montevidéu para Buenos Aires e vice-versa. Além disso, os eventos realizados em cruzeiros marítimos corporativos são uma tendência cada vez mais comum. Geralmente esses eventos são realizados no final de ano, sendo que a temporada de alta no Brasil começa sempre em novembro. É um meio de transporte lento, com um foco maior em aproveitar a viagem, então garanta que você tenha tempo de sobra quando for viajar. 

Transfer Privativo:

E o último deles é o transfer, que além de oferecer maior conforto para o colaborador, ele pode ser utilizado tanto para viagens entre cidades próximas, quanto como translado do aeroporto para o hotel. 

Conclusão:

E se você estiver planejando a sua viagem corporativa e quiser fazer uma comparação entre os meios de transporte disponíveis, é só entrar na plataforma da Portão 3 e analisar as opções disponíveis para a data e o local escolhidos. Ainda não é nosso cliente? Pois não perca a oportunidade de economizar até 30% na sua viagem! Confira a nossa página de planos e entre em contato com nossos representantes: https://portao3.com.br/pricing

Deixe um comentário

Voltar para o topo