Seguro Viagem: Saiba o que é, para que serve e como fazer

Home / Guias / Seguro Viagem: Saiba o que é, para que serve e como fazer
Seguro Viagem: Saiba o que é, para que serve e como fazer

Vai viajar, precisa de seguro viagem? Para que serve? Qual o melhor?Como fazer? Essas são dúvidas típicas de viajantes e para sanar elas compilei informações nesse artigo.

De acordo com uma pesquisa feita e Agosto 2020 da GBTA(Global Business Travel Association) 74% dos entrevistadas relataram que sua empresa começou a formular um plano de recuperação de viagens. Apesar de as viagens a trabalho estarem voltando, a segurança deve ser redobrada diante de um contexto de viroses. Assim, o assunto seguro viagem é ainda mais discutido, sendo esse essencial para mantê-la.

Para que você saiba tudo sobre esse tema, aqui estão as respostas para suas dúvidas:

O que é seguro viagem?

O seguro viagem é um serviço que oferece assistência médica e outras coberturas a pessoas em trânsito, seja em destinos nacionais ou internacionais. Ele é obrigatório para a entrada em alguns países, como por exemplo os europeus que integram o Tratado de Schengen. É o famoso “evita estresse”, por ser uma prevenção, além de passar segurança para o viajante.

Para que serve?

Sabe aquela insegurança de algo dar errado mesmo quando você planeja sua viagem? Ou o desespero que bate quando de fato algo fora do previsto como uma mala perdida ou um acidente/mal estar de percurso?
O seguro viagem serve para esses momentos, te passando tranquilidade, e também te dando assistência no momento do imprevisto.

O seguro obrigatoriamente cobre pelo menos um desses pontos.

  1. Despesas médico-hospitalares ou odontológicas ocasionadas de acidente pessoal ou doença súbita;
  2. Regresso sanitário, também chamado de repatriação; Caso haja necessidade de regressar.
  3. Traslado médico; Inclui tanto a remoção quanto a transferência do segurado até a clínica ou hospital mais próximo e que possa atendê-lo.
  4. Morte em viagem;
  5. Invalidez permanente total ou parcial por acidente durante viagem;

É bastante comum que a seguradora cubra assistência em casos de bagagem extraviada, roubada, furtada, danificada ou destruída, caso comprovado. Como também a indenização para cancelamentos da viagem. Sendo essas de caráter não obrigatório e a critério do contrato com a empresa.

Qual a importância de ter um seguro viagem?

Quando falamos de tranquilidade à viagem, não tem preço. Por te afirmar que o seguro te proporciona isso, você provavelmente deve estar convencido de contratá-lo. Mas se eu te mostrar o quanto ele custa compara ao quanto é gasto para uma internação médica nos Estados Unidos por exemplo( por volta de 3500 dólares por dia), certamente fechará contrato. O seguro viagem custa aproximadamente 5% da sua viagem e pode ser o investimento que te fará economizar muito.

Quando preciso contratar um seguro viagem?

Para viagens internacionais em alguns destinos a documentação do seguro viagem é exigida na imigração, por exemplo nos países europeus que assinaram o Tratado de Schengen. No entanto, é sugerida a contratação do seguro viagem que para qualquer viagem com o raio de distância de aproximadamente 70km da sua cidade.

Para viagens nacionais, muitas vezes a adesão é negligenciada. Contudo, segundo a seguradora April Seguros, dos “47 milhões de usuários de planos de saúde no Brasil, menos de 20% têm um plano de saúde com cobertura nacional. Caso tenha algum imprevisto durante a viagem nacional, o viajante que não tiver um seguro viagem terá que arcar com os custos e despesas de uma emergência médica.”

Diante disso, é melhor sempre optar pelo mais seguro, mesmo o plano de saúde sendo nacional, raramente cobrem a locomoção para o tratamento na cidade natal, o que o seguro cobre. Nesse contexto a frase “o barato sai caro” se encaixa perfeitamente, não é?

Como escolher o melhor seguro viagem?

Há diversos tipos de seguro viagem seja para turismo ou trabalho, inclusive muitos questionam se é melhor escolher um seguro ou assistência de viagem. No entanto, uma resolução da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) em 2014 definiu que a assistência de viagem e o seguro viagem passaram a ser uma coisa só. Você podendo escolher se prefere ser reembolsado pelo pago no atendimento do local destino(seguro) ou a seguradora pagar, no entanto você ficar restrito aos estabelecimentos parceiros (assistência).

Além disso é importante saber para qual finalidade você quer o seguro, algumas atividades não são cobertas na modalidade padrão, como esportes radicais. Outro ponto é escolher uma marca de confiança no mercado, afinal o seguro é uma proteção paga e é importante se certificar de sua efetividade.

Como fazer um seguro viagem?

Depois de saber qual modalidade se encaixa com o objetivo e qual marca escolher, é importante saber a duração da viagem e contratar o serviço com 3 dias a mais de cobertura por segurança – é comum voos serem cancelados e estenderem um pouco a viagem. Dessa forma, é só entrar em contato com a seguradora e solicitar seu orçamento. Lembrando que as seguradoras aceitam contratações até 24 horas antes da viagem e são raras as que aceitam durante. Planeje-se!

Por fim, agora que já sabe os benefícios do seguro viagem não vai viajar sem né? Não se esqueça: Sua segurança vale muito. Na situação atual, lembre-se sempre de utilizar EPI em todas as suas viagens, para evitar qualquer contaminação.

Leave a Reply

Your email address will not be published.