Você sabe o que é Lean Startup?

Quando você pensa em startup, provavelmente a palavra que lhe vem a cabeça é “inovação”. E se você puder inovar, evitando desperdício de tempo e recursos da sua empresa? O método Lean Startup inspirado no lean manufacturing te proporciona isso. Quer saber mais?

O americano pesquisador de Harvard, Eric Ries criou o termo Lean Startup por meio da adaptação do modelo Lean para iniciantes do mercado empreendedor criando o livro “Startup Enxuta” como é chamado no Brasil. Apesar de competir com os diversos termos do mundo business, o lean startup veio para ficar.

Nesse artigo você descobrirá o porquê na prática, discutindo sobre tais tópicos:

  1. O que é o Lean Startup?
  2. Quais os pilares desse método?
  3. Como funciona o “ser Lean”?
  4. O que é Lean Startup?

O termo Lean Startup pode ser traduzido como Startup Enxuta. É um mistura de conceitos, metodologias e processos que orientam a visão moderna de negócio.

De forma simples, o Lean Startup abrange o problema e a solução dos consumidores, em que são descobertas por meio da consulta interativa deles. Tais consultas dão início ao Customer Development, tendo em vista que o público consultado, possivelmente torna-se o público consumidor. O objetivo é construir um protótipo de baixo custo validado pelos consumidores para que depois seja de fato inserido no mercado sem desperdícios.

Agora que você já sabe do que se trata, é importante entender a base desse método.

Quais os pilares do Lean Startup?

1 – Desenvolvimento do Consumidor: Já citado, consiste na prática de conversar com os potenciais consumidores e personas para pedir opinião e verificar se realmente atende às dores e necessidades dos clientes.

2 – Desenvolvimento Ágil: Utiliza-se de metodologias como o scrum de modo adaptada ao desenvolvimento da interação com os feedbacks reais do produto.

3 – Plataforma Tecnológica: Utiliza-se do modelo de negócios Canvas que permite a construção do mapa na visão do consumidor, fazendo com que a proposta de valor do seu produto se conecte ainda mais com as dores.

Os 3 pilares têm objetivo em comum, moldar o produto ao que o mercado precisa, com baixos custos para obter sucesso. Mas ainda resta uma dúvida:

Como funciona o “Ser Lean”?

Ser uma Lean Startup é mais do que ter um produto que solucione os problemas dos consumidores. Ser uma organização que tenha uma gestão inovadora, afinal onde Eric nasceu (Estado Unidos), a maior referência de entrega ao consumidor é a Disney, sendo um dos pilares mais fortes da cultura deles o colaborador ser tratado como consumidor.

No entanto para entregar experiência é necessário primeiro pôr em prática o conceito, erro de muitas empresas que passam muito tempo na fase de teste e não inserem seu produto no mercado. Mas para evitar isso, no Lean Startup existe o ciclo de feedbacks que deve ser utilizado em paralelo a essa inserção.

Esse ciclo é dividido em 3 etapas: Construir; Medir e Aprender;

Construir

O primeiro passo é a construção do que chamamos de MVP(Produto Mínimo Viável), que é um protótipo feito para tentar suprir a demanda dos clientes na prática a baixo custo.

A ideia é que o MVP seja moldado aos feedbacks e demandas dos consumidores no mercado, criando processo de aprendizagem e aperfeiçoar o produto de acordo com a necessidade real.

Medir

Essa é a segunda etapa de elaboração, em que é necessário se ater a métricas que mensuram o sucesso do produto a nível de custos, aquisição e lucros.

Nessa etapa a empresa se esforça em análises para identificar possíveis erros e acertos do produto.

Aprender

A partir das métricas da fase anterior é necessário analisar se faz sentido continuar com o produto e buscar melhorias contínuas ou simplesmente pivotar, termo utilizado para o descarte de protótipo que por meio das análises foi identificado sem utilidade para os consumidores.

Diante disso, percebe-se que a metodologia de Startup Lean faz com que você teste produtos e soluções a ponto de saber se será eficaz para o mercado ou não. E o melhor, sem desperdícios, tendo como prioridade o foco o feedback do consumidor, afinal ele quem define se seu produto será um sucesso ou apenas mais um no mercado.

E aí, já está pronto para empreender aplicando o conceito de “Startup Enxuta”? Tenho certeza que seu sucesso será garantido pelos testes e aprovação de seus consumidores.

Deixe um comentário

Voltar para o topo